news

Category
  • Território Transitório (Em Português)

    Clique para baixar o release em Português

    Sé apresenta
    Thiago Szmrecsányi:
    Território Transitório

    A partir do dia 8 de novembro, a Sé apresenta Território Transitório exposição de Thiago Szmrecsányi. A mostra exibirá uma seleção de múltiplos, esculturas e instalações realizados desde a década de 90 em Nova York, onde o artista reside e trabalha. Há muito sem expor no Brasil, o artista retorna com obras produzidas, em sua maioria, a partir de materiais encontrados na rua, ou rejeitados por outros artistas com ateliês no mesmo prédio que ele, no Lower East Side.

    Em sua busca de dar visibilidade aos múltiplos contextos e espaços que habita, Thiago Szmrecsányi insere questões do seu dia-a-dia no seu processo artístico. Transforma, assim, objetos utilitários descartados através de ações que desafiam tanto o propósito funcional dos materiais quanto a maneira em que operam. Através de novas resoluções formais também questiona como são produzidos. Em sua re-articulação dos materiais propõe maneiras alternativas de ser, ver, ou fazer.

    Provocando as relações com o espaço, em I Handle (2012), utiliza estofamento de automóvel, cabos de aço e suspensórios; Mutatis Mutandis (2014) emprega autopeças e fotocópias; em Common Thread (2012) incorpora chassis de tela e ferragens. Segundo Szmrecsányi “esta proposta de uma nova ordem nunca se realiza completamente. A preferência pelo simples, rápido e direto, enfatizando o processo torna a maioria das minhas ações contingentes e temporárias.”

    O público, ao acessar seu trabalho, pode “entrar em um território incerto, ou ainda, em uma via de mão-dupla, onde uma nova ordem mais rápida e flexível contrasta com as coisas usadas, abusadas, quase desperdiçadas, embora ainda duradouras e reconhecíveis.”
    Para Szmrecsányi, voltar a expor em São Paulo após muito tempo, e principalmente na Sé, fez o artista querer considerar os espaços internos e a localização da galeria em relação ao ritmo pulsante de seu entorno. Com materiais reaproveitados das ruas, inspirou-se na Praça da Sé como espaço expositivo-modelo. Tanto galeria como praça “funcionam também em ciclos de divulgação e de venda de idéias e produtos... Como territórios transitórios.”

    Abertura

    08.11.2015 - 12 às 17h

    Visitação

    10.11.2015 - 19.12.2015
    terças, quartas, quintas e sextas das 11 às 19h sábados das 12 às 17h